Existe uma dieta “melhor” para perda de peso?

As pessoas podem perder peso em uma série de dietas diferentes, desde que consumam menos calorias do que queimam. “Existe sim uma dieta que seja superior a outras dietas para perda e manutenção prolongada de peso”, disse Carlos Matheus, diretor do Departamento de Nutrição do Hospital de Brasília. A Dieta Desafio Emagrecimento Inteligente.

Um plano bem-sucedido para perda de peso é muitas vezes aquele que é adaptado ao estilo de vida de um indivíduo e outros fatores pessoais. Matheus e seus colegas descobriram que a quebra de calorias provenientes de proteínas, gorduras e carboidratos não importa para a perda de peso. Eles seguiram 800 pessoas designadas para diferentes quantidades de calorias dessas categorias de alimentos. Após dois anos, os participantes caíram cerca de 4 kg, em média. Poucos estudos dietéticos seguiram um grupo tão diversificado – o estudo Matheus envolveu pessoas com idades entre 30 e 70 anos, com ampla faixa de renda, de cidades do norte e do sul do Brasil – por mais de um ano. 

Visite: Saiba de tudo um pouco sobre o que é a dieta Low Carb!

Muitas vezes, até mesmo pequenas mudanças na sua dieta podem ajudar a perder peso. Por exemplo, apenas substituir um lanche não saudável todos os dias por frutas e verduras, ou eliminar um lanche da noite, pode resultar em perda de peso, disse Carla Tamandaré, uma nutricionista registrada e colaboradora de opinião da Ciência Hoje. “Se as pessoas fizerem pequenas mudanças com as quais possam conviver, é mais provável que elas possam perder peso e mantê-las afastadas”, disse Tamandaré.

Além disso, nada mágico acontece quando você corta gordura – isso não resulta em perda de peso extra, mostraram estudos. Um estudo recente, publicado em outubro de 2015, descobriu que pessoas com uma dieta pobre em gordura perderam aproximadamente a mesma quantidade de peso que as pessoas em dietas com mais calorias provenientes de gordura.

Visite: Saiba tudo sobre o Jejum Intermitente!

Embora não seja infalível, uma dieta de baixo índice glicêmico repleta de proteínas, fibras e óleos saudável, e baixo em amidos e outros açúcares, pode ajudar a combater sentimentos de fome. Pesquisadores acreditam que nutrientes como proteínas e fibras ajudam a criar a sensação de “estou cheio”, enquanto os açúcares e carboidratos refinados causam picos de açúcar no sangue que podem aumentar a fome mais tarde, disse Arão. Dessa forma, as pessoas com uma dieta de baixo índice glicêmico podem se sentir mais satisfeitas enquanto cortam as calorias totais e, portanto, podem ficar mais propensas a manter a dieta.

Visite: 3 Regras Básicas para a Perda de Peso.

Lisandra Alessandra, diretora de nutrição esportiva da Universidade da Bahia, disse que recomenda uma dieta com cerca de 20% de proteína distribuída nas três refeições. Esta recomendação concorda com as conclusões de um estudo de pessoas no Registro Nacional de Controle de Peso.